back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 11 de dezembro de 2018
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 03/12/2018 - 18:54:55

Câmara homenageia samba de Curitiba

  • Câmara presta homenagem aos sambistas curitibanos. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Professor Euler, que promoveu a atividade, fez uma retrospectiva da história do samba no Brasil. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • José Roberto Lança, da FCC, agradeceu aos vereadores que apoiam o carnaval. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • É simbólico quando a gente reverencia a expressão maior da nossa música popular brasileira, da nossa gente afro, da nossa gente brasileira”, disse Isidoro Diniz, da Secretaria de Cultura do Estado. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • O maestro João Egashira falou que o samba no Paraná “tem revelado belíssimos compositores”. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • O presidente das Escolas de Samba de Curitiba, Jefferson Pires, agradeceu o apoio que vem recebendo do Município. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Músicos tocaram diversos sambas como Pelo Telefone, As Rosas não Falam e Trem das Onze. (Foto: Chico Camargo/CMC)
Em comemoração ao Dia Nacional do Samba (2/12), a Câmara promoveu uma solenidade para homenagear músicos na tarde desta segunda-feira (3). A iniciativa partiu do vereador Professor Euler (PSD), que ressaltou a importância histórica do ritmo na cultura brasileira e local. “Muita gente acha que Curitiba não tem samba, as muito pelo contrário, Curitiba é multiétnica e o samba faz parte disso. Talvez seja a primeira vez que esteja acontecendo um evento como este aqui e algumas pessoas podem estranhar. A Câmara é uma casa obviamente séria, mas não precisa ser sisuda, a casa do povo tem que ser ocupada pelo povo, reconhecer o empenho, talento e esforço daquelas pessoas que mantêm vivo o samba em Curitiba”.

Confira todas as fotos no flickr da Câmara.

O parlamentar fez uma retrospectiva da trajetória do samba no Brasil. “Os primórdios datam da época do Brasil Colônia, com a chegada da mão de obra escrava no país”, lembrou. “O primeiro samba gravado no Brasil (e consequentemente no mundo) foi ‘Pelo Telefone’, em janeiro de 1917, cantado por Baiano. A letra foi uma composição coletiva com a participação de João da Baiana, Pixinguinha, Donga e outros músicos que frequentavam a casa da Tia Ciata, no Rio de Janeiro. Donga havia registrado, na Biblioteca Nacional do Brasil, a letra deste samba em 27 de novembro de 1916.”

José Roberto Lança, diretor de Ação Cultural da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), agradeceu aos vereadores que apoiam o carnaval. “Isso facilita o nosso trabalho principalmente porque reconhece, a despeito do que escutamos ao longo do ano, a importância do samba, do carnaval, do carnaval de rua, do pré-carnaval.”

“O samba é patrimonio mundial imaterial, aqui estão representados hoje o samba tradicional, de roda, de escolas de samba… é simbólico quando a gente reverencia a expressão maior da nossa música popular brasileira, da nossa gente afro, da nossa gente brasileira”, emendou Isidoro Diniz, da Secretaria de Cultura do Estado. Da mesma forma falou o maestro João Egashira, diretor da Orquestra À Base de Corda da Oficina de Música de Curitiba. “O samba representado aqui em Curitiba tem intérpretes maravilhosos e um movimento importante de composição, o Samba do Compositor Paranaense, que tem revelado belíssimos compositores.”

O presidente das Escolas de Samba de Curitiba, Jefferson Pires, elogiou o apoio que vem recebendo do Município. “De algum tempo para cá a Fundação Cultural está tendo um cuidado diferente com a cultura e estamos sempre em reunião, discutindo. A gente quer buscar mais, mas o que tem chegado pra nós a gente já está reconhecendo.” Mãe Orminda, considerada a “dama do samba curitibano”, agradeceu a homenagem.  

Receberam votos de congratulações e aplausos o sambista Lápis, Seu Nilo Santos (da casa Nilo Samba e Choro), o Grupo Jeito a Mais, a cantora Ivete Corrêa, Márcio Rodrigues, Everly Leonardo, Dona Jura do Petit Fubá, Amanda Côrtes, Fabian Vidal, Ciro Moraes, Grupo Contradição, Wilson Paulino do Armazém da Vila, Mãe Orminda, Maé da Cuíca, Fábio Silva, Julião Boêmio, Henrique Negreth's, Maria do Quintal da Maria, Liga das Escolas de Samba, Rogério Moraes e Gogó de Ouro.


Texto:   Michelle Stival da Rocha
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2018 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.