back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 25 de setembro de 2018
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 11/06/2018 - 16:38:23

CCJ analisa prioridade a
microempresas para pequenas
obras

  • CCJ vai analisar 9 projetos nesta terça-feira. Um deles pretende priorizar a contratação de microempreendedores individuais (MEIs) pela prefeitura para a realizar pequenas obras e reparos. (Foto: Chico Camargo/CMC)
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Curitiba vai analisar nesta terça-feira (12) um projeto de lei que prioriza a contratação de microempreendedores individuais (MEIs) pela prefeitura para realizar pequenas obras e reparos para os quais não seja necessário licitação. A iniciativa é de Professor Silberto (MDB). A reunião será às 15 horas, na Sala da Presidência, e o colegiado vai debater mais 8 proposições em trâmite na Casa.

A proposta valerá somente para aquelas obras em que cabe dispensa de licitação – condição prevista no artigo 24 da lei federal 8.666/1993. O vereador aponta que o decreto municipal 1.644/2009, referente a contratos e convênios firmados pelo Executivo, não trata do microempreendedor individual, e sim de micro e pequenas empresas. Ele argumenta que o MEI “exerce importante contribuição à economia do Município, pois embora isento dos impostos federais, contribui normalmente com o ISS [Imposto Sobre Serviços]”.

A matéria (005.00005.2018) recebeu substitutivo geral (031.00038.2018) que aponta que a norma entrará em vigor com a publicação do Diário Oficial do Município e exclui o artigo 4º, que previa parcerias com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e instituições de ensino superior, com o objetivo de orientar os microempreendedores.

Outra proposta em discussão é a que obriga os responsáveis, tutores ou cuidadores de cães e gatos em Curitiba a registrar, identificar e esterilizar seus animais (005.00003.2018), de Fabiane Rosa (PSDC). Também a proposta de lei complementar de iniciativa da prefeitura que permite ao Executivo abrir mão de execuções fiscais com valor menor que R$ 3 mil, de cobranças distribuídas até dezembro de 2004, ações suspensas há cinco anos ou mais, por força da lei federal 6.830/1980, e daquelas em que o devedor não é identificado pelo CPF ou CNPJ (002.00006.2018).

Integram a CCJ os vereadores Dr. Wolmir Aguiar (PSC), presidente, Cristiano Santos (PV), Colpani (PSB), Felipe Braga Côrtes (PSD), Julieta Reis (DEM), Marcos Vieira (PDT), Mauro Bobato (Pode), Noemia Rocha (MDB) e Osias Moraes (PRB). Confira a pauta completa aqui.


Texto:   Michelle Stival da Rocha
Revisão:   Pedritta Marihá Garcia
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2018 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.