back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 21 de agosto de 2018
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 06/02/2018 - 14:23:57

Notas da sessão plenária
de 6 de fevereiro

  • Kátia Ditrich saudou os colegas e fez prospecções para o ano de 2018. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Tico Kuzma apresentou balanço de suas atividades durante o recesso do plenário: “Até digo que o trabalho nesta época é ampliado”. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Professora Josete defendeu a pré-candidatura do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Tito Zeglin falou sobre obras de pavimentação. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Goura agradeceu as assinaturas à moção de apoio ao transporte turístico ferroviário. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Bruno Pessuti: “Um presidiário custa de R$ 3 a R$ 4 mil por mês [aos cofres públicos. Que Curitiba consiga ter presidiários dando o retorno daquilo que é gasto”. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Thiago Ferro destacou a importância do Dia Mundial da Internet Segura. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Mudas de árvores plantadas na lateral da Câmara pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
Saudação I
Katia Dittrich (SD) cumprimentou os vereadores afirmando sua disposição para o exercício do mandato, lembrando que 2017 lhe trouxe aborrecimentos "advindos de mentiras, calúnias e um já surrado, velho e inapropriado jogo político rasteiro" – ao se referir à denúncia contra ela, que poderá ou não ter o seu mandato cassado pela Câmara Municipal. A parlamentar disse querer ir ao encontro dos compromissos assumidos perante os eleitores, principalmente no que diz respeito às questões referentes à proteção animal, saúde, defesa dos direitos da mulher e integração da Região Metropolitana de Curitiba. (Foto 1)

Saudação II
Ao plenário, a vereadora informou que reformulou e qualificou sua equipe de gabinete. "Não paramos em nenhum momento, colheremos este ano os frutos do trabalho e avançaremos com coragem, obstinação e competência para as frentes de luta que temos compromisso". Katia Dittrich ainda revelou que foi diagnosticada com câncer intestinal no final do ano passado. "A força que vem de Deus, da presença dos amigos e aconchego familiar fizeram-me levantar a cabeça, não permitindo autocomiseração, muito menos desistir", finalizou.

Balanço de recesso I
“O trabalho continua nos bairros, nas secretarias. Até digo que o trabalho nesta época [durante o recesso do plenário] é ampliado, porque temos mais tempo de marcar reuniões e audiências”, disse Tico Kuzma (Pros) em balanço de suas atividades durante o final de dezembro e o mês de janeiro. O vereador disse ter acompanhado, por exemplo, o atendimento da prefeitura a famílias atingidas pelas chuvas nas regionais Portão e Pinheirinho, como na Vila Uberlândia, “onde o rio Formosa tinha um problema de assoreamento”. Dentre as visitas, relatou ter acompanhado a construção do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Parque Industrial II, que deverá atender 250 crianças; as obras das alças de acesso à trincheira do Ceasa, com inauguração prevista para março; e da revitalização de ruas do Capão Raso, por meio de emendas de sua iniciativa. (Foto 2)

Balanço de recesso II

O vereador disse ter se reunido com moradores de condomínios da avenida Winston Chirchill e representantes da Fundação de Ação Social (FAS) para debater a situação de moradores de rua e com representantes da área da segurança pública e de motoristas de aplicativo de transporte individual, que pediam às autoridades uma intervenção junto às empresas, para mais segurança no cadastro dos usuários. “Conseguimos tirar algumas sugestões e temos uma próxima reunião no dia 20”, declarou. Ainda segundo Kuzma, ele deu andamento às conversas para a implantação de uma nova companhia da Polícia Militar na região dos shoppings Total e Palladium.

Eleição presidencial I

Professora Josete (PT) defendeu a pré-candidatura do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto no pleito de outubro deste ano. “O golpe continua. O golpe jurídico-midiático que ficou mais evidente em 2014, quando já no primeiro dia após a eleição a legítima presidenta Dilma se construiu uma oposição fanática”, declarou. Para ela, o presidente Temer quer “entregar” o país ao “capital internacional” e retirar direitos dos mais pobres. “O que se quer destruir é o sonho de esperança do povo brasileiro. O sonho de construção de uma sociedade menos desigual. Não se quer destruir o PT ou o Lula”, continuou. “Gostaria de dizer e reafirmar que Porto Alegre recebeu mais 100 mil pessoas [militantes, durante o julgamento do ex-presidente]. Eles não conseguiram destruir o sonho.” (Foto 3)

Eleição presidencial II

Bruno Pessuti (PSD) rebateu a fala de Professora Josete e defendeu as reformas do governo Michel Temer. “Por mais que falem governo golpista ou sei lá o adjetivo que usem, o Brasil está em um novo rumo. A geração de empregos está aumentando. Óbvio que ainda não estamos nos patamares de 2010, mas agora há que se falar a verdade, que há um grande futuro no Brasil. Uma situação muito mais tranquila que estava em maio de 2016”, disse. Para o vereador, “a reforma da Previdência tem que ser feita”. Ele citou projetos já aprovados pelo Congresso, como alterações na legislação trabalhista, e argumentou que “o debate tem que ser feito, mas não pode ser tratado pelo viés político”.

Pavimentações e emendas
Tito Zeglin (PDT) foi à tribuna recordar os 10 anos das obras para a revitalização dos 3 quilômetros da rua Laudelino Ferreira Lopes, “uma das principais ligações entre os bairros Capão Raso, Novo Mundo e Pinheirinho”. De acordo com o vereador, ocorrerá uma caminhada no final do mês “para recordar e agradecer o que foi feito”. Por outro lado, ele lamentou que emenda de sua iniciativa ao orçamento de 2017, para pavimentação em vias “intransitáveis”, não foram executadas. “São tantas ruas que precisam de uma benfeitoria que nem faço mais reunião com a comunidade”, completou o parlamentar, que destinou suas proposições à Lei Orçamentaria Anual vigente à revitalização de vias (leia mais). “Mas milagre existe nesta Casa”, ironizou, sobre supostas emendas que cobririam obras de valores superiores, sem citar nomes dos vereadores. (Foto 4)

Moção de apoio
O plenário aprovou moção de apoio e solidariedade de Goura (PDT) ao transporte de passageiros sobre trilhos no Estado do Paraná, com destaque para as viagens no trecho entre Curitiba e Morretes (059.00001.2018). Ao defender o requerimento, o vereador explicou que a empresa Serra Verde Express sofreu uma limitação nos dias em que pode promover a viagem turística de trem até o litoral. “Antes a empresa podia realizar a viagem a qualquer dia da semana, mas agora só pode nos fins de semana”, contou. “A moção visa dar apoio para que não haja interrupção do trem, para que continue diário. Trata-se de um trajeto importante com forte impacto para o turismo local, pois atrai turistas do mundo inteiro”. (Foto 5)

Presidiários e outros temas I
Bruno Pessuti (PSD) agradeceu votos favoráveis a sua sugestão de ato administrativo para convênio entre a Prefeitura de Curitiba e a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Paraná, para que presidiários atuem na roçada de logradouros e na limpeza de placas de trânsito (203.00006.2018). Ele disse que levará a proposta, aprovada nessa segunda-feira (5), ao novo titular da pasta, Júlio Reis, e à Secretaria Municipal de Trânsito (Setran). Segundo o vereador, os serviços seriam executados por detentos sem periculosidade. “Temos recebido sugestões [para ampliar o trabalho]. Um presidiário custa de R$ 3 a R$ 4 mil por mês [aos cofres públicos]. Que Curitiba consiga ter presidiários dando o retorno daquilo que é gasto, que a sugestão vire realidade”, completou. (Foto 6)

Presidiários e outros temas II

O parlamentar afirmou que seguem as negociações com a Prefeitura de Curitiba para viabilizar o projeto de lei de sua iniciativa para o uso do recuo frontal obrigatório – o espaço entre a calçada para pedestres e o início das construções – pelo comércio (005.00001.2017). “É um debate muito importante que temos feito ao longo dos últimos anos [proposição semelhante foi arquivada na legislatura anterior]. Acredito que na regões mais afastadas do Centro não haverá impedimento”, argumentou. Bruno Pessuti comentou, ainda, o assalto ao ônibus da Linha Turismo, no último domingo (4). Ele chamou a atenção ao roubo, além de dinheiro, de 136 cartelas de passagens, e defendeu sua proposta de lei para a implantação do bilhete único (005.00016.2017). Mauro Bobato (Pode) também defendeu “as novas tecnologias que a gente pode buscar” para o transporte coletivo, enquanto Thiago Ferro (PSDB) apoiou o debate sobre o uso dos recuos nos comércios de bairros.

Internet segura I
Thiago Ferro (PSDB) destacou que hoje, 6 de fevereiro comemora-se o Dia Mundial da Internet Segura. De acordo com o vereador, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já reconheceu que a internet pode ser responsável por transtornos mentais e as principais vítimas são as crianças. A fala do parlamentar foi acompanhada pelo delegado titular do Núcleo de Crimes da Internet da Polícia Civil do Paraná, Demétrios Gonzaga; pela psicóloga, Evelise de Carvalho; e pela fundadora do Instituto Tecnologia e Dignidade Humana, ONG que atua na promoção da educação digital consciente. (Foto 7)

Internet segura II
O Dia da Internet Segura é tema de encontro nesta terça, às 14h, na Câmara do Comércio e Indústria Brasil Japão do Paraná (Av. Comendador Franco, 871, Jardim Botânico). Entre os temas que serão debatidos estão: mobilização social paranaense para a educação digital consciente; e últimas notícias relacionadas ao uso saudável, responsável e seguro da internet. Na ocasião, o Instituto Tecnologia e Dignidade Humana irá lançar seu novo site, sua agenda de eventos e anunciar o Prêmio Nacional Tecnologia e Dignidade Humana.

Sugestões
Na sessão desta segunda-feira (5), duas sugestões ao Executivo de Professor Silberto (PMDB) foram aprovadas pela Câmara Municipal. Na primeira, ele sugere estudos para a criação do Pafarme (Programa de Acessibilidade Física para os Alunos da Rede Municipal de Ensino) nos estabelecimentos de ensino de Curitiba (203.00002.2018). No segundo requerimento, o vereador pede estudos para a liberação de exames e medicamentos para usuários do SUS que receberam atendimento na rede privada de saúde de Curitiba (203.00003.2018).

Arborização
Goura (PDT) agradeceu a secretária do Meio Ambiente, Marilza Dias; servidores da pasta; e a Mesa Diretora pelo plantio de mudas de árvores da avenida Visconde de Guarapuava, na lateral do Legislativo, mote de sugestão de sua iniciativa, no ano passado (083.00002.2017). “Vai dar sombra [futuramente] aos trabalhadores” declarou. O vereador ainda pediu à Urbs que seja acatada sua indicação para que a estação-tubo Eufrásio Correia receba um “nome duplo”, em que constaria também Câmara Municipal de Curitiba (leia mais). (Foto 8)


Texto:   Fernanda Foggiato e João Cândido Martins
Revisão:   Pedritta Marihá Garcia
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2018 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.