back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 23 de setembro de 2017
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 05/09/2017 - 13:41:36

Placas de rua em Curitiba terão
biografias de quem homenageiam

  • “É uma iniciativa que vem ao encontro do que o turismo da cidade precisa”, defendeu Helio Wirbiski. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • “Desde 2013 a gente tenta encaminhar esse projeto”, lembrou Cristiano Santos, “que tem caráter informativo e educativo”. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • “Vai servir como forma de pesquisa para os alunos nas escolas”, opinou Professor Silberto. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • “Mais importante que o QR é ter a informação escrita”, reforçou Bruno Pessuti. (Foto: Chico Camargo/CMC)
Novas placas de rua da capital terão a biografia da pessoa que nomeia o logradouro. É o que decidiram os vereadores de Curitiba, nesta terça-feira (5), de forma unânime, com 27 votos favoráveis. O projeto de lei é de Cristiano Santos (PV) e de Helio Wirbiski (PPS) e altera a lei municipal 8.670/1995, que regula o assunto (005.00130.2017). “Os homenageados dedicaram suas vidas a uma causa, ao trabalho, logo é justo que seus feitos sejam conhecidos”, defendem os parlamentares.

“É uma iniciativa que vem ao encontro do que o turismo da cidade precisa”, defendeu Wirbiski, que utilizou a tribuna para explicar a iniciativa ao plenário. Dizendo que consultou a URBS a respeito, de forma que a licitação em andamento para reposição dessa sinalização já prevê o novo formato, o vereador defendeu o caráter educativo do projeto. “O Rio de Janeiro já tem um projeto parecido e, por sugestão do Professor Silberto (PMDB), acrescentamos a tecnologia do QR Code”.

“Com esse aplicativo gratuito que a cidade vai desenvolver, não só o reconhecimento dos nomes das ruas, mas também alertas no celular de quem passa perto de um lugar de interesse, como o Museu Oscar Niemeyer, serão possíveis. Quando passar na frente, o celular avisa o que é, quem foi, do que se trata. Vai servir para identificar praças, museus, todos locais históricos, puxando o turismo e o desenvolvimento”, opinou Helio Wirbiski. “A prefeitura pediu um prazo de 90 dias e acrescentamos na lei. Quem vai pagar? Já está pago, pois a licitação está sendo feita. Não trará custo a mais para o cidadão”, reforçou.

“Desde 2013 a gente tenta encaminhar esse projeto”, lembrou Cristiano Santos, “que tem caráter informativo e educativo, pois os turistas merecem saber quem foram as pessoas homenageadas”. “Vai servir como forma de pesquisa para os alunos, para os professores nas escolas desenvolverem exercícios”, acrescentou Professor Silberto.

Emendas aprovadas
Com pareceres positivos das comissões de Legislação e de Educação, o projeto sofreu duas alterações enquanto tramitava pela Câmara Municipal. Originalmente a medida protocolada por Santos e Wirbiski obrigava a inclusão da trajetória de vida dos homenageados nas placas de ruas, avenidas, alamedas e travessas (005.00130.2017). Depois uma emenda (034.00008.2017) limitou a exigência às novas placas e outra (032.00006.2017) autorizou o uso de códigos QR no cumprimento da norma.

O código QR é uma releitura bidimensional do código de barras, presente em todos os produtos comercializados em grandes redes de mercado. Um telefone celular, com câmera fotográfica acoplada, captaria a imagem e um aplicativo decodificaria a mensagem, podendo revelar uma frase ou um link para a internet. “É uma tecnologia gratuita para o usuário, bastante inovadora. Segundo a prefeitura, algumas estações de sustentabilidade já usam o código QR, logo a ideia é ampliar”, defendem os vereadores.

Durante o debate Julieta Reis (DEM) e Bruno Pessuti (PSD) pediram, entretanto, que não seja usado só o código QR, sendo mantida a biografia por escrito nas placas de rua. “Eu sou uma pessoa mais direta e acho que essa informação tem que ser para a população”, insistiu a parlamentar. “Mais importante que o QR é ter o dado escrito”, reforçou Pessuti. Maria Manfron (PP) e Felipe Braga Côrtes (PSD) também se manifestaram favoravelmente à iniciativa, que retorna ao plenário nesta quarta para votação em segundo turno.


Texto:   José Lazaro Jr.
Revisão:   Claudia Krüger
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2017 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.