back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 20 de setembro de 2017
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 29/06/2017 - 13:08:18

Projeto cria regras para nomear
gestores de autarquias municipais

  • Projeto de Helio Wirbiski cria regras extras para nomeação de secretários e gestores de autarquias, fundações, fundos e órgãos municipais. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • "É preciso investimento em qualificação profissional para que o resultado apareça", afirma Wirbiski. (Foto: Chico Camargo/CMC)
No dia 4 de abril foi protocolado projeto do vereador Helio Wirbiski (PPS) que cria regras para a Prefeitura de Curitiba ocupar cargos de secretários e administradores de autarquias, fundações, órgãos e fundos municipais. Pela proposição (005.00204.2017), além de reputação ilibada e notório conhecimento na área de atuação, serão necessários cinco anos de experiência, formação acadêmica, já ter sido gestor e cumprir as exigências da Lei da Ficha Limpa.

“O gestor público é responsável, basicamente, por empregar os recursos públicos da sua pasta em benefício de toda a sociedade, sempre em busca de mais eficiência. Mas, para que esse resultado apareça, é preciso investimento em qualificação profissional, com o intuito de otimizarem ao máximo sua atuação”, diz a justificativa assinada por Wirbiski. As regras valeriam para os secretários municipais, presidentes e alta gerência da administração direta e indireta.

Segundo o vereador, sem cumprir esses quesitos, há menos garantia que essas pessoas compreendam os cenários econômico, político e legal. Ou que elas insiram inovações na gestão pública, utilizando novas tecnologias para o fomento da qualidade técnica e da ética profissional. A sugestão de lei é bastante enxuta, qualificando os cargos abrangidos pela norma no artigo 1º e enumerando as exigências no artigo 2º.

“Faz-se necessário uma conscientização geral quanto a indicação de secretários, presidentes, administradores para a direção de empresas, fundações e órgãos públicos, objetivando uma administração eficiente e eficaz, prevenindo irregularidades, desenvolvendo uma visão ampla e integrada da administração, favorecendo a reflexão e o debate sobre a ética pública, a transparência, a eficiência e a responsabilidade dos gestores”, diz Wirbiski.

Tramitação
Com a leitura no pequeno expediente de uma sessão plenária, o projeto de lei começa a tramitar na Câmara de Curitiba. Primeiro a matéria recebe uma instrução técnica da Procuradoria Jurídica e depois segue para as comissões temáticas do Legislativo. Durante a análise dos colegiados, podem ser solicitados estudos adicionais, juntada de documentos faltantes, revisões no texto ou o posicionamento de outros órgãos públicos afetados pelo teor do projeto. Depois de passar pelas comissões, segue para o plenário e, se aprovado, para sanção do prefeito para virar lei.


Texto:   João Cândido Martins
Revisão:   José Lazaro Jr.
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2017 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.