back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 23 de julho de 2017
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 16/05/2017 - 13:16:20

Adesão da Câmara ao Parlamento
Jovem do TRE-PR é elogiada

  • O presidente do TRE-PR, Adalberto Jorge Xisto Pereira (na foto, à direita), e o diretor executivo da Escola do Judiciário do TRE-PR, juiz federal Nicolau Konkel Junior. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Juliana Paula Zigovski, coordenadora da Escola Judicial, e Mozar de Ramos, chefe da seção de Programas Institucionais. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • “Vereadores têm 99% de presença e mais de 250 projetos tramitando”, disse Serginho do Posto, presidente da Câmara. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Vereadores de Curitiba aderem ao programa Parlamento Jovem, coordenado pelo Tribunal Regional Eleitoral. (Foto: Chico Camargo/CMC)
A Câmara de Curitiba vai acolher os participantes do programa Parlamento Jovem, coordenado pelo TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná), e que mobilizará, nessa primeira edição, nove escolas da capital. Os alunos poderão se filiar a partidos “de fantasia”, disputar convenções, ser candidatos e simular, no Legislativo, a votação de projetos. A ideia foi elogiada pelos vereadores.

“Queremos estimular a formação política cidadã”, explicou o diretor executivo da Escola do Judiciário do TRE-PR, juiz federal Nicolau Konkel Junior. Ele e o presidente do Tribunal, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, estiveram em plenário, nesta terça-feira (16), para detalhar a parceria entre os órgãos, confirmada no início de maio em reunião com a Comissão Executiva do Legislativo (leia mais).

“Precisamos fazer um resgate do respeito pela política e pelos políticos, um resgate da via democrática”, continuou o juiz Nicolau Konkel Junior. “Somente acreditando no poder representativo é que o país vai sair da crise e, para isso, tem que enfrentar o deficit de cidadania”, completou. “É preciso que as crianças sejam educadas desde cedo, para que haja esse resgate e para que surjam novas lideranças”, disse Xisto.

Nesta edição, o Parlamento Jovem será realizado dentro da Escola Estadual Ernani Vidal, dos colégios estaduais Professor Narciso Mendes, Euzébio da Mota, Homero Baptista Barros, Francisco Azevedo Macedo, Júlia Wanderley, Senador Manoel Alencar Guimarães e dos colégios Bagozzi e Madalena Sofia. “A ideia é fazer os alunos vivenciarem a política, do ingresso no partido à atuação parlamentar”, disse Konkel Junior.

“Serão criados partidos sem conotação política, vinculados a temas de interesse da cidade, como o Partido da Segurança, o Partido da Sustentabilidade. Daí os filiados participarão da convenção partidária, terá campanha e haverá a eleição simulada. Forneceremos títulos, treinaremos mesários para uso das urnas eletrônicas. Depois da diplomação, caberá à Câmara, à Escola do Legislativo, formatar as atividades”, completou o diretor da Escola do Judiciário.

Dos 38 vereadores, 21 pediram a palavra para elogiar a iniciativa, o desempenho do próprio TRE-PR na direção do processo eleitoral e sugerir medidas para o Parlamento Jovem. Fabiane Rosa (PSDC) e Maria Leticia Fagundes (PV), por exemplo, reforçaram a importância de ressaltar a participação feminina na política. Mestre Pop (PSC) comentou sobre a segurança do voto eletrônico. Jairo Marcelino (PSD) e Tito Zeglin (PDT) lembraram de como o processo mudou nos últimos 30 anos.

“Se os vereadores fossem fazer [o Parlamento Jovem], não teriam a mesma credibilidade que o TRE-PR. Que sirva de exemplo, pois temos que frear a onda do negativismo”, opinou Julieta Reis (DEM). Paulo Rink (PR), Toninho da Farmácia (PDT) e Ezequias Barros (PRP) se dispuseram a ajudar como voluntários, ao que os membros do TRE-PR disseram que o Legislativo poderá definir quais atividades esses alunos desempenharão na Câmara.

Felipe Braga Côrtes (PSD) e Professora Josete (PT) disseram que a realização de uma reforma política seria importante, Osias Moraes (PRB) defendeu que os meios de comunicação também fossem convidados a participar, pois teriam papel, como “quarto poder”, na situação atual. O comentário foi posterior à colocação de Helio Wirbiski (PPS), sobre a imprensa fazer “um trabalho importante”, “mas não divulgar as boas práticas”. Diversos parlamentares queixaram-se da criminalização da classe política.

“É importante pensar nos alunos, mas também nos professores”, disse o vereador Professor Euler (PSD). Ele defendeu o debate sobre temas relacionados à política dentro das salas de aula. “Cresce dentro do país um movimento chamado Escola Sem Partido, quando deveria estar ocorrendo uma Escola Com Partidos. [Tirar esse debate] É deseducar”, completou. Bruno Pessuti (PSD), no começo, sugeriu incluir a figura dos advogados eleitorais, citando uma parceria com o Iprade (Instituto Paranaense de Direito Eleitoral).

Ao encerrar a atividade, o presidente da Câmara Municipal, Serginho do Posto (PSDB), ressaltou a média de presença dos vereadores, “99% nas sessões e nas comissões”, e a produção legislativa, “mais de 250 projetos em tramitação”, para qualificar a atual legislatura. “Lembro de algo que dizia o [ex-vereador] Paulo Salamuni: se a Câmara ainda não dá motivos para a população se orgulhar, com certeza, em outra medida, não dá razão para decepção.” Confira outras fotos no Flickr da Câmara Municipal.


Texto:   José Lazaro Jr.
Revisão:   Fernanda Foggiato
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2017 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.