back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 25 de novembro de 2017
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 18/04/2017 - 10:00:24

Plano de Recuperação: IPTU
e lixo serão cobrados separados

  • Prefeitura sugere desvincular taxa de lixo da cobrança do IPTU. (Foto: Chico Camargo/CMC)
Em vez de a coleta de lixo estar vinculada ao pagamento do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), com as isenções e o valor deste servindo de parâmetro para a taxa, a Prefeitura de Curitiba quer separar as cobranças. A medida integra o Plano de Recuperação enviado pelo Executivo à Câmara de Vereadores e pode significar R$ 84 milhões a mais por ano para o orçamento da cidade (002.00015.2017).

Atualmente os dois valores vêm na mesma fatura, sendo que imóveis isentos ou imunes de IPTU também não pagam a taxa do lixo, mesmo sendo geradores de resíduos. Daqueles que pagam o imposto, o valor do IPTU agia como teto para a taxa do lixo. A proposição extingue ambas as vinculações. “A proposta busca o aumento na arrecadação referente à taxa de coleta de lixo, a fim de reduzir o subsídio, bem como a distribuição equitativa das despesas com o serviço de coleta, transporte e destinação final”, argumenta a proposição.

Para efetivar as mudanças, o projeto de lei pede que sejam feitas três alterações no Código Tributário do Município. A primeira, no artigo 60, desvincula as cobranças. No artigo 80, é mantido o desconto de 20% para pagamentos à vista, mas eleva-se o valor mínimo das parcelas de R$ 10 para R$ 20 mensais, “visando à redução do número de parcelas para, com isso, reduzir as despesas com a autenticação bancária”.

A última mudança, no artigo 91, mantém a isenção das taxas de expediente e de contribuição de melhoria aos imóveis isentos ou imunes de IPTU – mas retira desta relação a taxa de coleta do lixo. “Grande parte dos lançamentos (mais dos 60%) se encontram numa situação de limitação do valor da taxa de coleta de lixo ou isenção da mesma”, diz a justificativa da proposição.

Um documento anexado na proposição lista os imóveis por tipo e quantidade, indicando quantos são beneficiados pela regra atual. Das 621 mil residências, por exemplo, 290 mil (46%) têm desconto na taxa de lixo pela aplicação do teto e outras 92 mil (15%) são isentas do pagamento. A medida impactaria 57% do comércio e 75% da rede hoteleira de Curitiba.


Texto:   José Lazaro Jr.
Revisão:   Filipi Oliveira
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2017 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.