back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 24 de abril de 2017
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 17/04/2017 - 12:13:45

Adiada votação sobre reúso
de água em lava cars

  • Helio Wirbiski pediu o adiamento por quatro sessões de votação do projeto que previa reutilização de água por lava cars. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Uma reunião com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente foi proposta pelo líder do prefeito, Pier Petruzziello. (Foto: Chico Camargo/CMC)
Foi adiada por quatro sessões a votação, em primeiro turno, do projeto que previa a obrigatoriedade da reutilização da água em lava cars de Curitiba, que estava pautada para esta segunda-feira (17), na Câmara Municipal de Curitiba. O pedido para o adiamento foi do autor da proposição, Helio Wirbiski (PPS), diante da argumentação do líder do prefeito, Pier Petruzziello (PTB), de que havia pontos no texto que poderiam ser melhor elaborados e de que fosse realizada uma reunião sobre o tema com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA). A proposição volta a plenário no dia 25 de abril.

O projeto de lei obriga o reaproveitamento de água na lavagem de carros em estabelecimentos que oferecem o serviço, como lava cars, estacionamentos, shoppings e postos de combustíveis (005.00023.2017). A proposta prevê a instalação de equipamentos para reúso ou captação, tratamento e armazenamento de água da chuva. Se for aprovado, as empresas terão prazo de seis meses para se adaptar à norma, que sujeita a regulamentação à Prefeitura.

“Na semana passada, Dom [José Antonio] Peruzzo esteve aqui na Câmara (leia mais) e falou sobre a proteção à água e nós já vimos várias crises hídricas. Existe muito desperdício. Atualmente mais de 1 bilhão de pessoas sofre com a falta de água.”, argumentou Wirbiski. “Existem diversas empresas e lava cars que já dispõem de sistemas de reúso de água ou que captam a água da chuva. São equipamentos que vão de R$ 8 mil a R$ 50 mil”, explicou.

Para o vereador Goura (PDT), a preocupação com o meio ambiente deve ser “suprapartidária”. “Este é um panorama que ronda Curitiba, pois bebemos a água que vem de Piraquara, Campo Largo e Quatro Barras”, disse. “Precisamos pensar em projetos de leis para o futuro”, acrescentou Noemia Rocha (PMDB).

“Alguns vereadores me questionaram sobre o custo do equipamento e de se impor isso à iniciativa privada, mas eu lembro que existe um prazo de 180 dias para que estas empresas se adequem”, explicou Helio Wirbiski. Questionado por Jairo Marcelino (PSD), sobre qual seria a punição a quem descumprisse a norma, caso aprovada, Wirbiski explicou que caberia multa de R$ 1.500.


Texto:   Claudia Krüger
Revisão:   Filipi Oliveira
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2017 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.